Crianças e professores de Curitiba desafiados a mudar o mundo

Nos dias 3 e 4 de outubro, foi a vez de Curitiba receber o projeto MudaMundo. Professores e alunos da Escola Municipal Arapongas, no Bairro Novo, tiveram a oportunidade de conhecer as ideias do menino João, protagonista do MudaMundo, para transformar o mundo para melhor. O projeto é uma realização do Ministério da Cultura, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e contou com o apoio da Secretaria Municipal de Educação do município e com o patrocínio do Instituto Joanir Zonta, mantido pelo Condor Super Center.

Na cidade, foram realizadas duas oficinas de sensibilização para professores e duas apresentações teatrais para as crianças. A escola e os educadores também receberam a coleção de histórias do projeto MudaMundo, composta por seis livros, e o Caderno do Professor, com sugestões de atividades para serem realizadas em sala de aula. Participaram da atividade 32 professores e 324 crianças.

O projeto MudaMundo tem como objetivo central disseminar conceitos básicos para a formação de cidadãos críticos e comprometidos com suas comunidades. Por meio das histórias vividas por João, um garoto muito esperto, sempre pronto a auxiliar os outros e incomodado com injustiças, são transmitidos valores de respeito ao próximo, de cuidados com o meio ambiente e com as cidades onde vivemos.

De acordo com a pedagoga da escola, Regina Coutinho de Morais, a abordagem do tema foi muito expressiva, levando à reflexão de questões que às vezes ficam de lado pela correria e atribulações do cotidiano. “É necessário resgatar valores, que estão perdidos e que são pouco usados na sociedade, e agir com ética nas pequenas atitudes do nosso dia a dia”, salientou.

Suelen Rosa, do Núcleo de Educação do Bairro Novo, participou da oficina e se identificou com a proposta. “Eu sempre procuro mudar o mundo com pequenas ações e acredito na importância dos valores. A oficina nos permite esta reflexão e nos incentiva a agir para mudar o mundo.”

O potencial transformador dos educadores foi desafiado pelas oficinas. “O projeto MudaMundo é importante, pois contribuiu para resgatar os valores das pessoas e reconhece que cada indivíduo faz a diferença para mudar o mundo”, comentou Vanessa Alves de Oliveira, do Núcleo de Educação Matriz.

No mês de novembro, o MudaMundo parte para o estado de Pernambuco para mais uma jornada. Em breve, as informações serão divulgadas na agenda do projeto.

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS: