11.07.2022
Diversidade

É preciso cuidar das necessidades de cada aluno

Se você é professor ou acompanha esse processo de retomada às aulas de forma 100% presencial, já deve ter percebido que não está sendo fácil. Não apenas o conteúdo que não foi adquirido nos dois últimos anos, mas, também, a insegurança, a ansiedade de muitas crianças no retorno à escola.

E isso não é diferente para a professora da Escola Estadual Júlio Brunelli, Gabriela Figueira Machado Schneider, de Porto Alegre. Se, por um lado, identifica um certo alívio de algumas crianças na volta à sala de aula, até em função da garantia da alimentação, verifica, também, muita insegurança, desorganização e uma ampliação significativa da ansiedade.

Para lidar com tudo isso, a professora relata a necessidade de planejar aulas de acordo com as necessidades de cada aluno. “Tenho alunos de quinto ano que não estão alfabetizados, e esses exigem uma atenção especial”, conta a professora que não poupa esforços, em parceria com a equipe pedagógica da escola, para que todos aprendam.
Se você também vivencia os desafios da educação nos dias de hoje, acompanhe a conversa com a professora Gabriela aqui:

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS: