29.11.2021
Cidadania

Educação: caminho para equidade

Um dos temas mais relevantes para quem quer mudar o mundo é, sem dúvida, o combate ao racismo. No mês de novembro, em função do Dia da Consciência Negra, o tema é destaque na mídia, mas para quem sofre preconceito ou o condena sabe que todos os dias são dias de combatê-lo.

Infelizmente minimizado ou banalizado por quem teve o privilégio de não sofrer preconceito, o racismo se manifesta em pequenos atos, em palavras e falas que podem marcar negativamente a vida de uma pessoa. Crescida em meio à humilhação e ao preconceito, a professora Kátia Conceição de Jesus Vida não encontrava na sua infância explicações para isso, os livros não retratavam sua história e não contavam a beleza de sua ancestralidade.

Para a professora, a educação é o caminho para favorecer a equidade, e ela acredita que o estudo, associado à prática, são as principais ferramentas para agir de forma antirracista. Kátia trabalha com educação antirracista na educação infantil com bebês – para ela é o jeito de munir, desde cedo, as crianças de conhecimento sobre o tema para que enfrentem essa batalha com argumentos e não com a força, como ela mesmo diz ter recorrido quando pequena.

Confira a conversa completa com a Kátia aqui:

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS: