21.03.2022

Educação para o patrimônio na escola

Apesar de ser um tema previsto na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a educação para o patrimônio ainda não é tão difundida nas salas de aulas brasileiras. Segundo a museóloga Letícia de Cássia, esse assunto ainda é pensado apenas como relativo ao patrimônio material, como prédios históricos e monumentos, mas ela enfatiza que é importante avançarmos para a educação sobre o patrimônio imaterial – conjunto de saberes e fazeres presentes em nosso dia a dia, vividos e experenciados pelas pessoas.

Para ela, os professores têm um papel fundamental no sentido de contribuir para a documentação e a difusão desse patrimônio imaterial: os fazeres, as festas populares, os rituais presentes na cultura brasileira, por exemplo.

Para contribuir na preservação do patrimônio imaterial, Letícia criou o projeto Fio da Meada, que trata da cultura da lã crua e de suas artesãs. Além de palestras e oficinas em escolas, a museóloga editou livros infantis que trazem um pouco dessa história. Se ficou interessado, confira a conversa completa aqui:

 

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS: