11.10.2021

MudaMundo na mídia

O início das atividades do projeto MudaMundo em Porto Alegre, com a entrega de 18 mil livros para 213 escolas estaduais de Ensino Fundamental, foi destaque no caderno Empresas & Negócios, do Jornal do Comércio.

 

Abaixo a reprodução da matéria publicada hoje, 11 de outubro/2021.

 

 

RESPONSABILIDADE SOCIAL
MudaMundo distribui livros para escolas
(Mathias Boni)

O Projeto MudaMundo iniciou em Porto Alegre na última semana de setembro a distribuição gratuita de 18 mil livros, que chegarão a todas as 213 escolas públicas estaduais de ensino fundamental da capital. Os livros são de autoria do próprio projeto, e contam a história do protagonista João, um menino que deseja construir uma sociedade melhor através de pequenas atitudes de consciência e responsabilidade social.

Criado em 2006, o projeto nasceu a partir de um exercício que propunha transpor os valores pregados pela Responsabilidade Social Empresarial (RSE) para o universo infantil. Um dos pressupostos básicos da RSE é que a empresa mantenha um relacionamento ético e transparente com todos os seus públicos interessados, o que é replicado através das histórias e ações de João nas tramas em que ele se envolve.

A jornalista gaúcha Christiane Ostermann é a idealizadora e coordenadora-geral do projeto. “A ideia nasceu em 2004, quando eu trabalhava com um grupo que discutia a responsabilidade social de empresas. O João, personagem principal, tenta mudar o mundo com as suas atitudes, inspirando outras crianças a fazer o mesmo, assim como nós também estamos tentando, de certa forma, mudar o mundo através da literatura e da cultura”, explica a comunicadora.

O escritor Caio Riter é um dos parceiros que contribuem para o sucesso do MudaMundo. Ele se juntou ao projeto em 2017, e vem produzindo as novas aventuras de João e sua família desde então. “Aliar temáticas de responsabilidade social com a literatura e outras formas de arte promove uma reflexão no leitor sem abrir mão da diversão. A arte tem justamente essas funções, deleitar, ou entreter, e promover reflexão. E é isso que o projeto busca, plantar sementes de transformação social através da literatura e da arte como um todo”, define o autor.

Desde o seu início, o Projeto MudaMundo já realizou a doação de mais de 330 mil livros no país, atuando em 125 cidades diferentes por todo o Brasil. Além da distribuição dos livros, a iniciativa empreende ainda outras ações de incentivo à cultura e à cidadania, como a realização de oficinas temáticas com os professores das escolas e a apresentação de peças de teatro às crianças. Ao todo, aproximadamente 5 mil escolas públicas já foram beneficiadas, mais de 15 mil professores participaram das atividades e mais de 90 mil crianças já assistiram às peças.

Falando sobre os professores, Christiane destaca que a categoria é fundamental para o sucesso do projeto, em razão da oportunidade que os mestres têm de motivar seus alunos nas aulas. “Os professores têm uma das profissões mais importante do mundo, pois podem engajar e inspirar as crianças que eles ensinam. O ensinamento que o professor passa, principalmente no ensino fundamental, vai muito além somente do conteúdo, também transmitindo esses valores que buscamos exaltar no MudaMundo. Assim, o projeto tem como propósito ajudar ainda mais os professores nessa missão”, ressalta a coordenadora.

A realização do MudaMundo é fomentada pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, com o seu vínculo sendo renovado anualmente desde a sua criação. Além disso, o projeto conta com apoiadores da iniciativa privada, que dão suporte a cada ação nas cidades onde acontecem. Esta ação de setembro em Porto Alegre, por exemplo, contou com o suporte da Alibem Alimentos, uma empresa gaúcha do setor alimentício. “A Alibem acredita na Educação como principal catalisador de mudanças positivas na sociedade. Dessa forma, o MudaMundo é um projeto alinhado com os valores e os objetivos da empresa que, ao apoiar o ensino, promove também o desenvolvimento da sociedade”, informa o grupo.

Saiba mais sobre o projeto
Apesar de todo o sucesso que o projeto já alcançou em seus 15 anos de trajetória, suas portas continuam abertas a trabalhar com novos parceiros e apoiadores, como convida a coordenadora Christiane Ostermann. “Quem quiser saber mais sobre o nosso projeto, pode conferir mais informações acessando o site, onde nossos propósitos, objetivos e atividades estão bem explicados. Ainda, também podem acompanhar o projeto nas redes sociais, através do nosso perfil no Instagram, @projeto_mudamundo, do nosso perfil no Facebook e do nosso canal do Youtube: Projeto MudaMundo. Estamos sempre abertos a trabalhar junto com quem deseja mudar o mundo através da educação e da cultura”, finaliza a jornalista.

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS: